Faça NUVEM só com a BOCA: Nós testamos

publicidade

Você sabia que é possível fazer nuvem com a boca? Sim, você não entendeu errado. Na verdade, isso é bem fácil e simples de ser feito. Por mais que envolva alguns princípios físicos, esse experimento pode ser executado sem grandes dificuldades e a gente te mostra já!

publicidade

A nuvem é vapor ou água?

Provavelmente, você já deve ter reparado quando tem uma chaleira no fogo ou até mesmo quando pega um xícara na mão e dentro dela tem alguma bebida bem quente, que uma fumaça sai por ali. Se você já viu isso, talvez tenha achado que aquilo ali é vapor, mas, na verdade, não é não.

Indo direto ao ponto, nós nunca vimos vapor de água! Isso porque, quando a água está no estado gasoso, as moléculas dela estão muito separadas, e isso faz com que o vapor da água seja transparente, nesse caso, a gente não consegue enxergar.

Assim sendo, essa fumaça que a gente consegue enxergar (e acredita que seja o vapor), na verdade são gotículas muito pequenas de água líquida. Inclusive, é correto chamar esse fenômeno de névoa de água, já que o que acontece é um processo de nebulização. Acho que por essa você não esperava.

Partindo desse princípio, as nuvens que enxergamos diariamente e se assemelham muito a essa formação, na verdade são inúmeras bolinhas de água líquida que ficam no céu.

Como fazer nuvem com a boca

E já que a nuvem é formada por bolinhas de água líquida, nós podemos fazer uma. Sim, é possível fazer nuvem com a boca e até mesmo com uma garrafa PET.

No caso da garrafa PET, você vai precisar de alguns outros materiais. Entre eles estão: uma garrafa transparente, álcool 46° INPM, uma bomba de encher pneu ou bola e uma tampa adaptada com um bico de pneu sem câmara.

Já para fazer nuvem com a boca você só vai precisar de saliva! E isso facilita ainda mais, né? Nesse experimento, além dessa água que temos dentro da boca, só vai ser necessário fazer alguns movimentos e tampar bem a boca para que não saia nenhum ar.

Ambas as experiências são bem simples e só precisam de atenção. Já que você chegou até aqui, assista o vídeo e saiba exatamente como colocar a sua nuvem em prática. Ah, e não deixe de compartilhar com aquele seu amigo que também adora fazer esses testes.

Deixe seu comentário

Artigo anteriorGrupo de estudantes desenvolve copo sustentável com amido de jaca
Próximo artigo“AstroTubers”: os estudantes fascinados pela divulgação científica