FIZEMOS um DRONE SUBMARINO com PVC

publicidade

A exploração de petróleo, sem dúvida, é uma tarefa um tanto quanto complexa. Se pensarmos que muitas pessoas acreditam que conhecemos mais o solo lunar do que o fundo do mar e que cerca de dois terços da superfície do planeta são cobertos por água, o desafio é ainda maior. E é aí que entra uma máquina tecnológica desenvolvida para executar tarefas que, nós, seres humanos, não conseguimos: os ROVs, ou drones submarinos.

publicidade

Drones submarinos 

Um ponto interessante quando falamos em robôs é que, na maioria das vezes, eles são desenvolvidos para suprir as nossas necessidades. Na indústria, por exemplo, essas máquinas servem para realizar trabalhos repetitivos que, se fossem feitos por seres humanos, prejudicariam a saúde em um curto espaço de tempo.

Fora isso, existem aqueles robôs que são idealizados pensando no bem-estar e na comodidade das pessoas, como os que aspiram a casa. Isso porque se trata de uma tarefa chata e que ocupa tempo. Nesse caso, descartá-la não é uma saída ruim.

Mas, além dos casos citados anteriormente, os robôs também são criados para executarem tarefas que são impossíveis de serem exercidas pelos humanos. Isso acontece, por exemplo, no fundo do mar.

As plataformas de petróleo precisam estar situadas em determinadas localidades para extrair essa matéria prima. Mas, é necessário fazer reparos e acompanhamento para certificar que tudo está indo como o planejado. E, por conta disso, os chamados drones submarinos são extremamente necessários.

Drone do Manual do Mundo

Como o Manual do Mundo adora colocar a mão na massa, claro, que fizemos o nosso próprio robô aquático. Apesar dele não ser tão completo e complexo como os drones submarinos que são utilizados na indústria, de modo geral, ele cumpre com a proposta que lhe foi entregue.

Para fazer o nosso próprio drone submarino foi necessário reunir alguns bons materiais. A boa notícia é que são peças fáceis de serem encontradas como canos de PVC – que podem ser comprados em lojas de material de construção -, motor de esgotamento de água de porão de barco – que é encontrado em lojas de peças de barco -, câmera de segurança, alguns parafusos e componentes elétricos.

Para nos certificarmos que o drone submarino do Manual do Mundo, de fato, funciona, fizemos dois testes em lugares diferentes: na piscina e no mar.

Agora que você chegou até aqui e entendeu um pouco melhor a dinâmica dos drones submarinos, não esqueça de assistir a esse vídeo na íntegra para conferir os testes que fizemos. Não deixe de compartilhar também com aquele seu amigo que adora as nossas aventuras marítimas. Pode ter certeza que o resultado vale a pena!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorPor que a AREIA da PRAIA SECA quando PISAMOS?
Próximo artigoFaça um JOGO da VELHA que GANHA de VOCÊ!