GÊMEOS DIGITAIS: as CÓPIAS do MUNDO REAL

publicidade

Provavelmente, você já deve ter falado que se existisse outro de você muitos problemas seriam resolvidos. A possibilidade de ter uma cópia que faça exatamente o mesmo que você, de fato, não é uma má ideia. E é aí que entra o digital twin – um gêmeo digital.

publicidade

O que é digital twin

Mas, afinal de contas, o que é um digital twin? Basicamente, os digital twins são simulações virtuais de produtos e serviços, criadas a partir da integração de sensores em um item físico. Esses sensores conectados coletam as movimentações e respostas do item e as projetam em um ambiente virtual, criando uma cópia exata.

Essa tecnologia é extremamente eficiente se tratando do ramo da indústria. Isso porque, o digital twin substitui protótipos físicos, replicando-os digitalmente. Assim, aliado ao Big Data, à inteligência artificial e ao machine learning, é possível realizar testes para entender seu desempenho em tempo real e simulado em diferentes cenários. Essa possibilidade diminui os custos, o tempo de trabalho e os riscos associados aos testes físicos.

Como o Manual do Mundo gosta mesmo de colocar a mão na massa, é claro que esse assunto não passaria despercebido. Como fazer um digital twin é um tanto quanto complexo, uma alternativa é explorar um pouco mais as funcionalidades do scanner 3D, já que o modelo 3D é uma etapa muito importante para funcionalidade dos “gêmeos digitais”.

Scanner 3D

O scanner 3D também é uma tecnologia que revolucionou o mercado. Esse mecanismo é uma ótima ferramenta para quem já trabalha com a impressora 3D. Isso porque, com o scanner é possível copiar a forma de um objeto para dentro do computador, uma espécie de processo inverso da impressão 3D, que é capaz de “materializar” objetos digitais.

A combinação das duas tecnologias fica mais interessante ainda, já que é possível digitalizar um objeto usando o scanner e criar uma cópia dele com a impressora, criando uma réplica física do objeto original.

Fizemos dois tipos de scanner 3D: um que foi baseado em um projeto online que utiliza peças impressas em 3D e outro que utilizamos apenas um aplicativo no celular. Por incrível que pareça, o do celular chegou a resultados mais rápidos e satisfatórios do que o outro.

Agora que você entendeu como funciona o digital twin, se você ficou curioso e quer ver os testes na prática, não esqueça de assistir ao vídeo na íntegra. Não deixe de compartilhar também com aquele seu amigo que adora essas inovações tecnológicas.

Deixe seu comentário

Artigo anteriorGUERRA com BONECOS de LÁPIS: Faça em casa
Próximo artigoOBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO CASEIRO? #Boravê