Grupo desenvolve projeto em busca de controlar a validade do ovo

publicidade

O ovo é um alimento extremamente consumido por boa parte da população brasileira – devido o seu preço e por ser fonte de diversos tipos de vitaminas e proteínas. No entanto, é preciso tomar cuidado com a validade do ovo por eles serem perecíveis.

publicidade

Validade do ovo

Levando isso em consideração, com o intuito de aumentar a vida de prateleira dos ovos, um grupo de estudantes desenvolveu um biorevestimento para evitar perdas e trocas entre o meio interno e externo.

Quer conferir mais sobre o projeto? Leia o artigo produzido pelo grupo a seguir:

Validade-do-ovo
O ovo é um alimento extremamente consumido pelos brasileiros | Divulgação

“Revesteggs: ovos com mais qualidade”

*Por Jamily Ferreira dos Santos, Jéssica Silva e Maria Isabel Araújo da Silva
*Coordenado por Gustavo Santos Bezerra

A ideia do projeto surgiu a partir do momento que observamos a grande demanda de ovos presentes nos mercados de nossa comunidade, onde certa quantidade de ovos se estragava sem o consumo da população. Esse alimento é amplamente consumido pelos brasileiros devido seu preço e por ser fonte de diversos tipos de vitaminas e proteínas. Porém é preciso tomar cuidado com a qualidade dos mesmos, por apresentar baixo período de validade. Em muitos casos, ao comprar os ovos, a população não tem os devidos cuidados para acompanhar a validade e acaba consumindo ovos vencidos. Com o intuito de aumentar a vida de prateleira dos ovos, desenvolvemos um biorevestimento para evitar perdas e trocas entre o meio interno e externo.

Encontramos diversos desafios durante o andamento do projeto, como a dificuldade de nos reunirmos para a realização das análises, já que duas das autoras moram na zona rural do distrito. Outro problema presente foi a pandemia que nos impossibilitou de fazer parcerias com granjas de cidades vizinhas.

Validade-do-ovo
A ideia do grupo foi aumentar o controle da validade do ovo | Divulgação

Apesar das adversidades encontradas no caminhar do projeto, conseguimos reduzir a perda de massa dos ovos de granja, diminuir o pH interno da clara e da gema, como também reduzir a presença de fissuras e rachaduras nas cascas do alimento com a película.

Participar da 19° Feira Brasileira de Ciências e Engenharia foi algo inovador nas nossas vidas, chegamos inseguras e com medo de nosso projeto não estar a altura de determinada feira, pois foi um projeto desenvolvido em uma escola pública, mas nos enganamos chegamos com a nossa ideia e saímos com uma bagagem de conhecimento e de novos caminhos a seguir. A feira nos proporcionou momentos incríveis, momentos esses que iremos levar conosco sempre na memória. Foi muito gratificante ter tanto reconhecimento, ver que, mesmo com um projeto de escola pública e com pouca estrutura podemos receber premiações inacreditáveis e servir de inspiração para muitos outros alunos.

Validade-do-ovo
O levantamento da análise foi feito por estudantes | Divulgação

Aos alunos que querem participar de feira de ciências aconselhamos que no desenvolver do projeto se alguma análise der errado que anotem em seu diário e apresentem para os avaliadores, pois na ciência tudo conta, desde os erros aos acertos, se a sua escola tem pouca estrutura utilize todos os materiais ali presentes e tente desenvolver outros, no nosso caso desenvolvemos um ovoscópio com materiais simples para realizar uma das análises feitas. Organize o seu tempo para fazer as pesquisas sobre o trabalho e todas as análises que desejam.

Para a apresentação se dediquem um bom tempo antes, ensaiem bastante, não se deixem levar por nervosismo e inseguranças, pois vencer esses desafios é algo que vai prepará-los para a vida.

Validade-do-ovo
O projeto teve o ovo como objeto de análise por ele ser muito consumido pelos brasileiros | Divulgação

*A divulgação desse artigo na íntegra é uma parceria entre o Manual do Mundo e a FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia). Nós convidamos os ganhadores da feira para escrever artigos sobre os projetos que eles desenvolveram. Você pode conferir outros textos como esse aqui.*

Deixe seu comentário

Artigo anteriorSOMOS PARENTES? A chance é GRANDE!
Próximo artigoA ESTRANHA ORDEM das LETRAS do TECLADO