PÊNDULOS SERPENTE: você NÃO VAI CONSEGUIR tirar os olhos!

publicidade

Você sabe o que é um pêndulo? Nesta experiência de física, você vai ver e aprender a fazer o mais bonito, o mais lindo,o mais extraordinário, o mais perfeito pêndulo serpente da sua vida.

publicidade

Desde o ano de 2014, temos trabalhado duro para tornar este sonho realidade, então, hoje, depois de 7 anos, conseguimos concluir o nosso projeto do pêndulo dançante com um movimento harmônico perfeito.

Mas o que é isso? Trata-se de um dispositivo que consiste numa massa puntiforme e é presa a um fio inextensível que oscila em torno de um ponto fixo.

Nessa espécie de cavalete, encaixamos uma sequência de pêndulos dos mais variados tamanhos.

Aparentemente é uma experiência bem simples, não é mesmo? Mas para ajustar dá um trabalho que vocês não fazem ideia!

No final das contas, foi como afinar um piano. Deu pra ter uma ideia do nível de dificuldade?

Os desafios do pêndulo serpente

Para chegarmos ao resultado desejado, tivemos 4 desafios principais na construção do pêndulo serpente. Vamos falar sobre eles:

1 – O que usar como pêndulo? –  Foi necessário achar a quantidade de massa ideal, nem muito leve e nem muito pesada, para que ele pudesse dançar e causar o efeito desejado em nossa experiência.

Pensamos em utilizar uma porca gigante, porém, o seu formato não favoreceu. Dificultaria na hora de amarrar e, principalmente, no seu movimento.

Pensamos então numa bola de sinuca, mas elas custam muito caro, e o preço inviabilizaria a experiência.

A terceira opção seria uma bola de gude, mas como amarraríamos?

Foi aí que juntamos as ideias e conseguimos um chaveiro de bola de sinuca, no tamanho de bola de gude e com uma argola. Objeto perfeito para a fixação.

2 – A estabilidade do pêndulo – Criar este novo “brinquedo” foi fácil, como dito anteriormente, mas nesta experiência queríamos deixá-lo perfeito, portanto, precisávamos alcançar a estabilidade exata para o efeito que desejávamos.

Descobrimos, então, que passando esse fio em duas voltas, conseguiríamos essa espécie de V, perfeita para a física envolvida na experiência e proporcionando o movimento de vai e vem ideal para o pêndulo.

3 – Onde amarrar a linha do pêndulo? – Geralmente é feito um furo e a linha do pêndulo é passada, porém, isso não daria certo em nosso projeto.

Precisávamos, então, desta madeira, em 45°, fizemos pequenos rasgos nela, o espaço ideal para nossa corda.

4 – O último e talvez mais complicado dos desafios: como alinhar o comprimento perfeito de cada pêndulo? – Precisávamos de uma perfeição milimétrica e fomos buscá-la!

Instalamos tarraxas de afinação de guitarras a madeira, assim, conseguimos o comprimento exato que a experiência exige de cada pêndulo.

Senhoras e Senhores, o Manual do Mundo orgulhosamente apresenta a vocês: O PÊNDULO SERPENTE PERFEITO!

Veja os efeitos maravilhosos e diga se não vale o seu comentário?

Para completar e deixar ainda melhor, colocamos um efeito de luz negra e ficou parecendo uma coisa de outro mundo. Confira!

Mas antes disso, venha ter uma aula com o Iberê de como e porquê o pêndulo tem esse efeito dançante.

Conforme o seu comprimento o pêndulo recebe uma velocidade, quanto mais curto, mais rápido ele vai e vem. Quanto mais longo, mais lento.

Como resultado temos essa dança, esse movimento, esse S.

Ficamos hipnotizados e estamos assistindo esse vídeo em looping, compartilhe para que todos tenham a oportunidade de conhecer essa maravilha!

Comprimento de cada pêndulo:
1 – 25,0 cm
2 – 25,9 cm
3 – 26,8 cm
4 – 27,7 cm
5 – 28,7 cm
6 – 29,8 cm
7 – 30,9 cm
8 – 32,0 cm
9 – 33,3 cm
10 – 34,6 cm
11 – 36,0 cm
12 – 37,5 cm

Deixe seu comentário