O desvio mágico da água

publicidade

Uma das experiências mais simples para se fazer em casa — mas nem por isso pouco interessante — é eletrizar um canudinho e ver a atração que ele exerce sobre a água.

publicidade

Quando raspamos o canudinho em uma folha de papel dobrada (o atrito tem que ser feito sempre no mesmo sentido), ele fica carregado com cargas negativas — a chamada energia estática.

Para conseguir “ver” essa energia em ação, basta abrir uma torneira e deixar um fiozinho de água descer. Ao aproximar o canudinho, a água será desviada, tentando chegar perto do plástico.

Isso ocorre por que as moléculas de água têm lados negativos e positivos, e estes tendem a querer se aproximar do canudinho.

Deixe seu comentário

Artigo anteriorPião de bolinha de gude
Próximo artigoOs filhotes da bateria de 9 volts
Iberê Thenório é jornalista pela USP. Cocriador do Manual do Mundo, possui reconhecimento nacional e já foi eleito algumas vezes como personalidade mais influente entre os jovens brasileiros. Hoje, é diretor e apresentador no Manual do Mundo e palestrante.