Qual é o SEGREDO do GALINHO do TEMPO?

publicidade

Você já ouviu falar sobre o galinho do tempo? Se isso não é da sua época, a gente contextualiza: na década de 1970 muitas pessoas colocavam esse galinho de plástico colorido perto da porta para saber se ia chover ou fazer sol naquele dia. A previsão vinha a partir das cores: se ele ficasse azul, faria sol, já se a cor presente nele fosse a rosa, iria chover.

publicidade

Segredo do galinho do tempo

Com tantas crendices – e tendo em vista que o Brasil é um país supersticioso – algumas dúvidas ficam no ar: afinal de contas, qual era o segredo do tal galinho do tempo? Tem alguma lógica por trás disso ou era coisa do acaso?

Indo diretamente ao ponto, tem ciência por trás desse galinho do tempo e o que ele mostra pode fazer algum sentido.

Isso porque, o segredo por trás do galo é um sal chamado cloreto de cobalto – que é quase igual ao nosso sal de cozinha (cloreto de sódio). A diferença é que no lugar do sódio a gente tem o cobalto.

Só que o cloreto de cobalto tem uma propriedade um tanto quanto diferente do cloreto de sódio. E isso a gente te explica agora.

O cloreto de cobalto sem a presença de água tem uma cor azul, mas, se você umedecer um pouco esse sal a cor muda para rosa. Doido, né?

Sal do tempo?

E já que o assunto de hoje é desvendar se essa história do galinho do tempo é verdadeira ou não, vamos aos testes…

Levando em consideração que nós temos um sal que muda de cor conforme a umidade, nós podemos pintar esse galinho com o sal e, conforme o ar estiver mais úmido ele pode ficar rosado, e, se o ar estiver mais seco ele vai ficar mais azulado. E é exatamente isso que acontece!

Além disso, a temperatura também influencia na cor do cloreto de cobalto e isso acontece no galinho também. Quando está mais quente ele tende a ficar mais azulado enquanto no frio fica mais rosado.

Invenção do galinho

E sabe uma curiosidade bem legal nisso tudo? O galinho do tempo foi inventado por uma empresa que fazia higrômetros em Portugal. Contextualizando, o higrômetro é um aparelho justamente usado para medir a umidade do ar.

Durante a produção desses higrômetros eles usavam produtos químicos para medir a umidade do ar. A partir daí eles resolveram diversificar um pouco os negócios e criaram o tão falado e conhecido galinho do tempo.

Agora que você entendeu toda a ciência por trás desse pequeno souvenir, é hora de colocar tudo em prática e ver a ciência na prática! E, claro, que a gente explicou tudinho no vídeo!

Ah, e não esqueça de compartilhar essa experiência com aquele seu amigo que vive errando no look, faça chuva, faça sol!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorDivulgação é tão importante quanto ensino, afirma Lucas Rosa
Próximo artigoOVO EXPLODE FORA do MICRO-ONDAS? Nós testamos