EXPLODIMOS uma VELA na PISCINA

publicidade

Quando a luz acaba, é comum que as pessoas recorram a um método antigo mais ainda muito funcional: as velas. No entanto, esse item conta com particularidades específicas e um tanto quanto desconhecidas. Para se ter uma ideia, nós explodimos uma vela na piscina!

publicidade

Cuidados com a explosão

Contudo, mesmo se tratando de ciência, vale ressaltar que não é aconselhável fazer isso em casa. Para realizar o experimento na sede do Manual do Mundo, foram seguidos diversos protocolos de segurança.

Como o produto utilizado é a parafina da vela, é fundamental fazer um suporte para garantir uma distância segura de, mais ou menos, três metros. Além disso, é necessário estar com equipamentos como macacão antichamas, avental e máscara de proteção para evitar qualquer tipo de contato com o corpo.

Explodimos uma vela na piscina

Mas, afinal de contas, como explodimos uma vela na piscina? O primeiro passo é pegar uma vela, triturar todo o material e derreter. Isso acontece com facilidade porque a parafina tem um ponto de fusão muito baixo e em pouco tempo o material já fica completamente líquido.

Depois disso feito, a explicação é relativamente simples: quando a parafina líquida tocar a superfície da água, ela vai fazer com que a água evapore provocando bolhas. A partir daí, estas bolhas irão emergir e entrarão em contato com a parafina na superfície, a qual será levantada e consequentemente “transformada” em pequenas partículas pelo ar que vai aumentar ainda mais a sua superfície de contato

Como o fogo já vai estar acontecendo, nesse momento, todas essas gotículas de parafina vão pegar fogo ao mesmo tempo e gerar uma bola de fogo gigantesca.

Agora que você já sabe como explodimos uma vela na piscina, não esqueça de assistir ao vídeo na íntegra para acompanhar imagens incríveis feitas em slow motion. E não deixe de compartilhar com aquele seu amigo que adora experimentos radicais!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorO BOLOR de um jeito que VOCÊ NUNCA VIU
Próximo artigoConstruímos um submarino: você se lembra como tudo começou?