Fizemos a BOLA PERFEITA de CARVÃO

publicidade

Vocês pediram e nós atendemos. Fizemos a bola perfeita de carvão e o resultado foi impressionante! Mas não se engane achando que utilizamos o carvão comum que usamos no churrasco que encontramos na padaria ou no mercado, por exemplo. A nossa matéria prima foi o carvão mineral.

publicidade

Diferença entre o carvão mineral e o carvão vegetal

O carvão vegetal é um material obtido a partir da queima ou da carbonização de madeira. Após este processo, a madeira resulta numa substância negra, que utilizamos, por exemplo, para acender a churrasqueira.

Já o carvão mineral, também é obtido por meio de árvores, no entanto, ele é um combustível fóssil formado por raízes, troncos, folhas e galhos de árvores, que têm aproximadamente 250 milhões de anos.

Vale acrescentar também que, hoje, o carvão mineral é uma das principais fontes de energia do mundo. Isso porque, essa rocha é bastante utilizada na produção de energia elétrica em usinas termelétricas e, além disso, como matéria-prima para fabricar aço nas siderúrgicas.

O carvão mineral utilizado para fazer a bola perfeita de carvão veio diretamente de Criciúma, em Santa Catarina. No Brasil, as maiores reservas do material são encontradas nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Fizemos a bola perfeita de carvão

Para chegarmos ao resultado final da bola perfeita de carvão, foi necessário utilizar alguns aparatos manuais. O primeiro passo foi modelar a matéria prima em uma lixadeira de cinta. Para isso, a lixadeira foi presa em uma bancada. Isso facilitou no processo de execução.

A primeira lixa utilizada foi a n° 36, que possui uma espessura áspera e muito grossa. Depois de um tempo na lixadeira, a matéria prima começou a ganhar formato.

Para não desgastar tanto o material, o restante do trabalho foi feito com uma lixa de mão n° 240. Nessa etapa, foi necessário adicionar um pouco de água para facilitar o manuseio da esfera.

A última lixa utilizada para chegar à bola perfeita de carvão foi a n° 600. O resultado, claro, foi um esfera perfeitamente pronta para as etapas seguintes: o polimento e o encerramento com cera de carnaúba.
E aí, ficou curioso para ver de pertinho como ficou a nossa bola perfeita de carvão? Ou seria a bola perfeita de diamante negro? Assista ao vídeo na íntegra e não esqueça de compartilhar com aquele seu amigo que adoro o nosso quadro das bolas perfeitas!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorEducação democrática: projeto debate a função de alunos como agentes do conhecimento
Próximo artigoInteligência Artificial na medicina: grupo desenvolve projeto que estuda padrões de ondas cerebrais