BOBINA de TESLA MUSICAL: RAIO que toca MÚSICA

publicidade

Aqui no Manual do Mundo nós estamos constantemente fazendo novos experimentos, testes e encarando novos desafios. A bobina de tesla, por exemplo, é figurinha carimbada em nosso catálogo. Isso porque, já fizemos vários vídeos sobre e com ela. Mas, dessa vez, resolvemos, mais uma vez, inovar: testamos uma bobina de tesla musical!

publicidade

Como funciona a bobina de tesla

Sim, você não entendeu errado: nós montamos uma bobina de tesla musical! Mas, antes de explicar como isso foi feito, vamos voltar um pouquinho para relembrar como a bobina de tesla em si funciona.

Basicamente, a bobina de tesla é um transformador elétrico ressonante capaz de gerar uma tensão altíssima com grande simplicidade de construção. Isso porque, ela pega poucos volts e transforma em muitos, apenas variando o campo eletromagnético.

No caso do nosso experimento, nós jogamos um pouco de energia elétrica em um pequeno pedaço de cabo, e a energia que passa por ele ficou variando. A partir disso, o campo eletromagnético muda e quem vai sofrer essa interferência é uma outra bobina que é formada também por um fio enrolado com várias voltas. Sendo assim, um fio com poucos volts vai deixar o outro com muitos volts.

Um ponto interessante é que esses fios não se encostam em nenhum momento. Por isso, essa transmissão de energia acontece pelo ar (e até mesmo no vácuo), por causa da variação no campo eletromagnético.

Experimentos

Depois de montarmos aquilo que vai ser a nossa bobina de tesla musical, fizemos alguns testes antes para descobrir se, de fato, esse campo eletromagnético criado envolta dela é capaz de transmitir energia elétrica sem fio.

Para isso, utilizamos algumas lâmpadas, como a fluorescente. E o resultado não poderia ser melhor: funcionou! A lâmpada acendeu sem nenhum fio a uma distância de, mais ou menos, três centímetros. Muito legal, né? Agora imagina uma dessa gigantesca? Não dá nem para imaginar o tanto de energia que ela é capaz de gerar.

Além dessa, fizemos o mesmo teste com uma lâmpada incandescente – nela, a energia não foi gerada a distância. Precisou encostar no fio para transferir o raio para dentro da lâmpada e fazer plasma dentro dela – e com algumas mini lâmpadas de neon.

Mas o resultado também foi positivo: a nossa bobina de tesla fez com que todas as lâmpadas apresentassem luminosidade. Ou seja, a energia foi transmitida como manda o figurino.

E sabe o que foi ainda mais surpreendente? A bobina também acendeu uma vela e colocou fogo em um papel! Fala se não é para ficar de boca aberta com esse experimento?

Bobina de tesla musical

Mas, como o foco era fazer uma bobina de tesla musical, claro que os testes não pararam por aí.

E você deve estar se perguntando como uma máquina que solta raios é capaz de tocar música se ela não tem alto falante, não é mesmo? No entanto, o que nós ouvimos nada mais é do que a vibração do ar que está chegando aos nossos ouvidos.

Nesse caso, o que a bobina vai fazer é vibrar o ar usando os seus raios. Em geral, o ar não transmite eletricidade, mas se a gente colocar uma tensão muito alta e com muitos volts, a gente consegue fazer o ar transmitir energia sim.

Assim, ele vai ionizar quando estiver transmitindo essa eletricidade. Isso significa que ele vai estar com tanta energia que os átomos vão se soltando dos elétrons e vai formar plasma. E quando toda essa energia for liberada, o ar vai se agitar na “tremida certa” e, consequentemente, vai ser possível ouvir um som.

Mas, para você saber se a skin Iberê DJ foi liberada, você vai precisar assistir ao vídeo na íntegra. E já que você chegou até aqui e aprendeu tudo isso, não esqueça de compartilhar esse vídeo com aquele seu amigo que ama nossos experimentos.

Deixe seu comentário

Artigo anteriorVoo suborbital: entenda o que é esse modelo de viagem espacial
Próximo artigoCOMPRAMOS URÂNIO pela INTERNET!