MENSAGEM SECRETA: Entenda a CRIPTOGRAFIA

publicidade

Você já ouviu falar em criptografia de ponta a ponta? Basicamente, como o próprio nome sugere, essa tecnologia serve para proteger os dados para que as mensagens enviadas e recebidas só possam ser lidos nas duas extremidades do processo: pelo remetente e pelo destinatário.

publicidade

A criptografia de ponta a ponta tem como objetivo proteger todo o conteúdo e/ou informação que será discutida nesse canal de remetente e destinatário. Com isso, ela garante que ninguém mais possa ler os dados criptografados, incluindo hackers, governos e até mesmo o servidor por meio do qual os dados são enviados.

Como funciona a criptografia de ponta a ponta

Tendo em vista que, atualmente, nós utilizamos o WhatsApp para inúmeras finalidades, é necessário existir um mecanismo para garantir a privacidade das informações que estão sendo discutidas pelos usuários.

E é aí que entra a criptografia de ponta a ponta! Essa tecnologia funciona da seguinte forma: os usuários possuem duas chaves – que na verdade vão funcionar como códigos – diferentes que são denominadas como pública e privada.

A chave pública serve para você criptografar as mensagens e a partir do momento que você a usa, ninguém mais consegue ler o que está escrito ali. Já a chave privada serve para a pessoa que recebeu a mensagem conseguir abrir e, enfim, ler o que foi enviado.

O sistema de código é eficaz

Com o avanço da tecnologia, é normal que as pessoas busquem, cada vez mais, se sentirem seguras. No caso da criptografia de ponta a ponta, as mensagens com o sistema chave pública e privada, será que é realmente seguro? Para quebrar um código desses na força bruta, um supercomputador da atualidade levaria bilhões de anos, então pode ficar tranquilo.

Analisando as propriedades do sistema da criptografia de ponta a ponta é certo dizer que, como qualquer outro, ela possui alguns limites. O primeiro ponto é porque o servidor sabe, exatamente, quem está mandando mensagem para quem. Ou seja, essa informação não está codificada.

Além disso, existe outro fator que faz com que algumas falhas apareçam. Isso porque, como as mensagens são codificadas e é praticamente impossível descobrir qual é a chave para abrir essa conversa, algumas pessoas – interessadas em descobrir o que está sendo enviado nessas conversas – de forma ilegal e imoral criam caminhos para burlar esse sistema.

Nesse caso, o “caminho” que essas pessoas encontram é por meio de roubo, vírus, links e aplicativos que fazem com que as pessoas tenham o celular invadido.

Agora que você descobriu como funciona a criptografia de ponta a ponta, não esqueça de compartilhar essa informação com aquele seu amigo que é super conectado, assim com você!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorCiência em casa: reações químicas que acontecem em 4 produtos de limpeza
Próximo artigoEmpoderamento feminino: como professoras servem de inspiração para jovens