Ratos driblam medo do desconhecido se apoiando em conhecidos

publicidade

Ah, os bons e velhos ratinhos de laboratório… aprendemos muito com eles, né? Pior que aprendemos mesmo. Talvez eles sejam mais inteligentes do que a gente, mesmo que por uma diferença pequena. Tipo, talvez essa diferença seja pequena, mas faça toda a diferença. E a gente fica por aqui nos achando inteligentões enquanto os ratinhos é que estão ensinando um monte de coisas pra gente ficar mais inteligente.

publicidade

ratimido

Mas enfim… onde estávamos? Ah sim. A revista Animal Cognition publicou um estudo que mostrou que os ratos, embora avessos a espaços abertos e desconhecidos, ficam mais dispostos a explorarem o desconhecido se estiverem acompanhados por outro rato. O teste foi simples. Ratos foram colocados para explorarem um grande terreno aberto, depois devolvidos às gaiolas e, por fim, colocados em pares no mesmo terreno.

Os ratinhos solitários fizeram incursões curtas e rápidas, num raio reduzido, antes de voltarem correndo para o lugar mais fechado de onde vieram. Porém, foram mais ousados e intrépidos quando colocados em par. O resultado foi semelhante entre pares de ratinhos que dividiam a gaiola e pares formados aleatoriamente.

A estratégia de sobrevivência não é nova no reino animal, posto que diversos animais preferem expandir seus horizontes acompanhados, ainda que por desconhecidos. Até nós mesmos, seres humanos, temos um pouco disso.

Fonte: Science Magazine

+Roedores curtem correr em rodas, mesmo livres na natureza

Deixe seu comentário

Artigo anteriorO que acontece quando alguém joga uma jarra de água fervendo na rua em uma temperatura de -30°C
Próximo artigoSacola ecológica de camiseta (sem costura!)