Quando os animais roubam (literalmente) a cena

publicidade

publicidade

Vídeos de bichinhos fofinhos em frente às câmeras não são nenhuma novidade, que o diga a indústria do cinema com seus incontáveis filmes estrelando animais, de porquinhos atrapalhados até dinossauros gigantes (criados por computador, mas ainda assim animais). O mercado publicitário também já descobriu há muito o potencial de incluir mascotes carismáticos em suas peças, com eficácia comprovada por seguidas pesquisas e levantamentos estatísticos. Só que como muitas estrelas do cinema e TV, parece que os bichos decidiram expandir os rumos de suas carreiras e tentar trabalhar também por trás das câmeras!

Na verdade a culpa deste fenômeno, em grande parte, se deve às novas câmeras digitais, mais leves e resistentes, que podem executar suas filmagens mesmo diante de algumas adversidades. E o ser humano, sempre descuidado com seus pertences, acaba ficando de lado como meros coadjuvantes nestas “superproduções cinematográficas” do mundo animal.

Um dos primeiros vídeos que circularam na rede contendo um flagrante do tipo foi a obra desta simpática gaivota, não muito familiarizada com o conceito de propriedade privada:

Outra ave que roubou a cena (e a câmera) foi a águia abaixo. Uma equipe de filmagem estava prestes a capturar imagens de crocodilos na costa da Austrália quando a aspirante a cineasta alada levou a câmera ligada, alçou voo e pousou, visivelmente decepcionada ao perceber que o objeto não era comestível:

Mais um pássaro curioso e faminto entrou para a nossa galeria de cinegrafistas animais. Um carcará chegou a uma colônia de pinguins-de-penacho-amarelo e tentou dar o bote em um ovo, só que na verdade tratava-se de uma câmera escondida do canal britânico BBC One. Confira o vídeo incrível resultado desta operação, que conta ainda com dois urubus-de-cabeça-vermelha interessados em aparecer para as câmeras:

Já este pelicano não pode ser acusado de furto, pois a câmera em seu bico foi propositalmente instalada por um humano para flagrar o momento em que a ave aprende a voar:

Mas para bancar o diretor de Hollywood não é preciso obrigatoriamente ter penas. No fundo do mar, este polvo tentou surrupiar a câmera de um mergulhador e acabou produzindo algumas belas imagens:

E até mesmo um pequenino e singelo caranguejo entrou na disputa do próximo Oscar do zoológico:

Ah! Ficou curioso sobre o simpático e sorridente galã que ilustra a bela foto no topo deste post? Trata-se de um um macaco da espécie Macaca nigra que roubou o equipamento de um fotógrafo em um pequeno parque nacional na ilha de Sulawesi, na Indonésia, e registrou um belo ensaio fotográfico de si mesmo. Depois dizem que “querer aparecer” é uma vontade exclusiva do ser humano…

Quer ver mais fofuras do reino animal? Clique aqui para assistir nosso vídeo flagrando botos-cor-de-rosa debaixo d’água!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorO segredo dos gomos da laranja
Próximo artigoCombatendo o desmatamento das florestas sem sair de casa