Helicóptero da NASA se torna primeira aeronave a fazer voo controlado em outro planeta

publicidade

Nesta segunda-feira, a NASA confirmou a decolagem e pouso de seu pequeno helicóptero Ingenuity, em Marte. O voo teve duração de apenas um minuto e se destaca como o primeiro de uma aeronave movida e controlada em outro planeta. De acordo com equipe da agência norte-americana, o voo foi bem sucedido.

publicidade

O helicóptero da NASA, avaliado em 80 milhões de dólares, é movido a energia solar e ficou pela primeira vez no ar às 4:34 da manhã (Horário de Brasília) – 12:33 Hora Solar Média Local (Hora de Marte), horário escolhido pelas condições favoráveis de energia e voo.

Helicóptero NASA
Divulgação/NASA

De acordo com o altímetro, a aeronave subiu à altitude máxima prescrita de 3 metros e manteve um paire estável por 30 segundos. Depois do registro de um total de 39,1 segundos de voo, ela desceu, tocando de volta a superfície de Marte.

Entenda o voo em Marte

O Ingenuity Mars Helicopter é um dos projetos de demonstração tecnológica da NASA, e esta foi o primeira tentativa de um voo controlado em outro planeta. A aeronave tem 49 centímetros de altura e não possui instrumentos científicos dentro de sua fuselagem — que tem o tamanho de uma caixa de tecido.

Marte contém uma gravidade muito menor que a Terra (apenas um terço), além de uma atmosfera muito fina, com 1% da pressão na superfície quando comparado com o nosso planeta. Em outras palavras, existem poucas moléculas de ar com as quais as duas lâminas de rotor de 1,2 metros de largura da Ingenuity podem interagir para alcançar o voo. O helicóptero conta com componentes exclusivos, que incluem peças comerciais que não foram comercializadas: muitas são da indústria de smartphones, testadas no espaço profundo pela primeira vez com a decolagem.

Fontes: NASA, Science Magazine

Deixe seu comentário