SVBR: Como verificar informações científicas confiáveis?

publicidade

Você já ouviu falar do selo SVBR? Ele faz parte do projeto Science Vlogs Brasil e diz muito sobre credibilidade. Afinal, a iniciativa surgiu com o intuito de valorizar criadores de conteúdo científico no Youtube.

publicidade

O selo já reúne canais populares na plataforma, como Drauzio Varella e Ciência Todo Dia, por exemplo, que já somam mais de 2 milhões de inscritos. Nós, do Manual do Mundo, também estamos na lista! Até mesmo canais de ciências humanas participam, incluindo Alimente o Cérebro e Arqueologia Egípcia.

O professor Vinícius Camargo Penteado foi um dos profissionais que deu início ao projeto, com o apoio de Rafael Bento e do Youtuber Pirulla. “O maior objetivo era unir canais e seus criadores. Queríamos ser um grupo coeso. E conseguimos. Hoje, o SVBR representa uma ideia que pode ser expandida. Algo que deu certo”, conta Penteado.

svbr
Vinícius Camargo Penteado, professor e criador do selo SVBR.

O selo SVBR já existe há mais de cinco anos e está presente no canal de 60 criadores. Mas a avaliação não se resume a conteúdo científico de qualidade: segundo Penteado, alguns fatores que também contam são linguagem diferenciada, uma boa interação com os pares e com a comunidade, além de um diferencial que chame a atenção de maneira positiva. Atualmente, no entanto, a seleção para conquistar o selo está com processo paralisado, e aguardando financiamento para retorno.

Divulgação científica no Brasil

“A importância da divulgação de ciências na internet é gigantesca, a rede está em milhões de residências pelo Brasil e nas mãos de milhões de pessoas que a utilizam como principal fonte de informação”, ressalta Penteado, que continua a frente do projeto e acredita que a divulgação deve ocorrer de uma maneira forte e diversa para atingir o maior número de pessoas.

svbr
Participantes do projeto Science Vlogs Brasil

Por fim, Penteado idealiza o que espera para o futuro: que as empresas privadas e a administração pública deem mais valor para a produção científica e acadêmica no Brasil. “Melhor do que divulgar ciências é divulgar a feita por brasileiros, já que a gente se identifica mais com a história por dividirmos realidades únicas. Desde que o Manual vestiu a camisa da ciência o movimento como um todo só ganhou, e acredito fortemente que ficaremos ainda mais seguros financeiramente no futuro”.

Por aqui, a ciência é o que nos move. Que tal conhecer todos os criadores de conteúdo que possuem o selo? Confira essas e outras informações no site do projeto!

Deixe seu comentário

Artigo anteriorARMADURA de LATINHAS: Testamos com ESPADAS!
Próximo artigoManual do Mundo lança incríveis BRINQUEDOS de PAPELÃO
Jornalista e produtora de conteúdo. Desde criança, amo escrever e refletir sobre diversos assuntos. Faço questão de estar imersa nas redes sociais (minha favorita é o Instagram), e séries e filmes têm sempre um espacinho reservado no meu tempo livre. Como uma boa fã de Friends, acredito que um pouco de descontração é fundamental para levar a vida da melhor forma possível.