“Café e Ciência”: o canal estimulado por perguntas complexas

publicidade

Para você, seria difícil escolher entre café e ciência? Estas são duas coisas que o criador de conteúdo e estudante de astrofísica Felipe Hime valoriza. Uma prova disso é que este virou nada menos que o nome de seu canal, que já possui mais de 150 mil inscritos.

publicidade

café e ciência

Com grande foco em astronomia, o “Café e Ciência” é estimulado por novas perguntas que aparecem todos os dias, cada vez mais complexas. Um ciclo que nunca termina! Alguns dos vídeos de grande sucesso entre o público são “Lançamento NASA e SpaceX | Crew Dragon“, em que o apresentador fez uma live para acompanhar a atração e alcançou 45 mil pessoas ao vivo; e “Carro no Espaço! O que está acontecendo com ele?“, uma explicação didática sobre o estado do Tesla Roadster de Elon Musk, lançado pelo Falcon Heavy.

Segundo Hime, as pessoas costumam se interessar pelo canal por conta de um diferencial em relação aos outros do mesmo segmento. “Acredito que seja por falar de coisas que ninguém fala”, ressalta.

A parte sobre o “Café e Ciência” que poucas pessoas conhecem

“Em 2015, comecei o “Café e Ciência”. A motivação pela criação de conteúdo online é um tanto quanto simples. Eu não tinha com quem conversar sobre assuntos que eu achava fascinantes. Resolvi falar sobre isso na internet e, com o tempo, uma comunidade foi criada. Isso trouxe para perto pessoas de diversos lugares, que gostam dos mesmos assuntos”, explica Hime.

Para o profissional, a melhor parte de ser um Youtuber científico é a liberdade de criar conteúdos daquilo que está estudando no momento. Por outro lado, a maior dificuldade é a falta de verba para produzir temas verdadeiramente instigantes, com uma pitada de mão na massa. “Infelizmente, no YouTube Brasil, a maioria dos criadores não conseguem investir em conteúdos mais elaborados, porque a receita gerada acaba sendo totalmente voltada para o custo de vida. O resultado se torna, por vezes, frustrante”, desabafa.

Em frente e por trás das câmeras, é o profissional quem cuida de tudo: pautas, roteiros, edição e tudo que envolve a produção. Mesmo com as dificuldades, o “Café e Ciência” conta com um público fiel, que é o maior estímulo de Hime para continuar produzindo vídeos de qualidade. O canal possui o selo SVBR, que valoriza e divulga conteúdos científicos confiáveis no Youtube.

café e ciência

Por fim, Hime revela que, se fosse para escolher entre café ou ciência, curiosamente, ele ficaria com a primeira opção. “Me faz lembrar de Richard Feynman ao dizer que a física não é importante. O amor é. Um dia iremos embora e ficará tudo por aí. Que seja tomando um cafezinho durante nossa passagem ao redor do Sol”.

Que tal maratonar os conteúdos do “Café e Ciência” e aprender muitas informações incríveis? Você pode acessar o canal clicando aqui.

Deixe seu comentário

Artigo anteriorVocê SABE MESMO o que é PRÉ-SAL?
Próximo artigoLIMPEZA ULTRASSÔNICA funciona BEM? Nós testamos!
Jornalista e produtora de conteúdo. Desde criança, amo escrever e refletir sobre diversos assuntos. Faço questão de estar imersa nas redes sociais (minha favorita é o Instagram), e séries e filmes têm sempre um espacinho reservado no meu tempo livre. Como uma boa fã de Friends, acredito que um pouco de descontração é fundamental para levar a vida da melhor forma possível.