Submarino: como funciona a escotilha?

publicidade

Fazer algo que seja impermeável não é difícil — uma caixa soldada de ferro ou uma esfera de plástico injetado são alguns exemplos. O complicado é fazer algo que possa ser aberto e que fique impermeável quando fechado. Então, bora entender como uma escotilha pode fazer isso?

publicidade

O primeiro ponto é usar a pressão a seu favor. Se a pressão é sempre maior de um lado do que do outro, projete a “porta” para que ela seja empurrada pelo “peso da água” na direção do “batente”. Assim, quanto maior for a coluna de água (mais fundo você desce), mais pressionada fica a portinha.

Para a superfície de contato é necessário colocar um anel de borracha em todo o contorno. A borracha tem a propriedade de se deformar sob pressão e voltar à sua forma anterior quando a pressão diminui. Chamamos isso de deformação elástica. Graças a essa característica, e o fato de ser impermeável, é possível fazer uma junção flexível que se conforma e preenche todas as ranhuras da superfície de contato. Sem isso, bastaria uma pequena imperfeição para que a água se infiltrasse.

Uma porta convencional tem uma dobradiça de um lado e uma trava de outro. Se uma escotilha fosse feita desse jeito, a pressão da água iria deformar os lados da porta que não estivessem travados e abrir um vazamento. Uma escotilha precisa “trancar” em vários pontos ao redor da porta, de maneira simétrica. Mais do que isso: o ideal é que todas essas trancas sejam acionadas juntas, por um único mecanismo. Para resolver esse problema de engenharia, usa-se um eixo central que, ao girar, empurra várias linguetas (os trincos da porta) para baixo do caixilho.

Se a escotilha deve ser aberta também por fora (como é o nosso caso, por medida de segurança), esse eixo precisa atravessar a “porta”, o que cria um outro ponto de vazamento. A solução é usar um anel de vedação de borracha, o chamado o’ring, entre o eixo e as paredes. Esse sistema pode vedar até mesmo um eixo que gira.

Juntando todas essas soluções, temos nossa escotilha do submarino. Aposto que agora você vai olhar com outros olhos para uma escotilha, quando estiver assistindo um filme com barcos, naves e submarinos, não?

Deixe seu comentário