Gosma de bactérias mantém ovos de lula protegidos

As lulas da espécie Euprymna scolopes precisam de toda a ajuda que puderem para conseguirem sobreviver neste mundo cruel.

Além de terem bactérias bioluminescentes (aquelas que brilham no escuro) que ajudam estes animais a fugirem de predadores, uma pesquisa recente revela que um outro grupo destes micro-organismos é responsável por manter os ovos da lula em segurança.

Lula Euprymna scolopes

Esta espécie deixa seus ovos em recifes de coral depois da fecundação e, por isso, eles acabam ficando vulneráveis. Com a pesquisa, a equipe descobriu que esta lula tem uma glândula (cuja função era desconhecida até então) que deposita uma gosma de micro-organismos nos ovos, assim que eles são depositados, protegendo-os de fungos.

Além de ser uma descoberta inusitada sobre a função de bactérias nos ecossistemas, o estudo pode ajudar na descoberta de novos compostos que combatam os fungos.

Fonte: Science Magazine

Deixe seu comentário