A magia única e especial de cada floco de neve (como eles são?)

publicidade


publicidade

Ao contrário do que acontece com os grãos de areia, geralmente sinônimos de pequenez e insignificância, os flocos – ou cristais – de neve são um elemento da natureza geralmente lembrado para fazer alusão algo “único” ou “especial”. Esta fama se deve ao fato de que, durante sua formação na atmosfera, cada floco seja constituído de ramificações diferentes, compondo sempre um desenho original – como as impressões digitais dos nossos dedos.

Aprenda a fazer flocos de neve de papel

Mesmo em locais onde a neve não é tão comum, como nosso país tropical-abençoado-por-Deus-e-bonito-por-natureza, existe a noção de que a neve é composta por diversos cristais, cada qual com seu formato único, e portanto serve para ilustrar a complexidade “artística” da natureza, bem como metáfora perfeita para discursos sobre diversidade e palestras motivacionais.

Afinal de contas, assim como estas pequeninas e delicadas obras de arte – ainda que o personagem Tyler Durden, vivido pelo ator Brad Pitt no filme Clube da Luta, de 1999, discorde plenamente – também cada ser humano é dotado de uma beleza única. Dizem que até mesmo os gêmeos univitelinos também têm suas particularidades individuais.

Deixando de lado esta discussão sobre sermos “especiais” ou “todos feitos da mesma matéria orgânica em decomposição como tudo no mundo” (nas palavras de Tyler) o que realmente importa é que os flocos de neve, com exceção daqueles que atingem o solo prematuramente, realmente possuem formatos diferenciados e originais. Sem dúvidas é, no mínimo, um espetáculo a ser apreciado pelo homem:

Imagens do fotógrafo russo Alexey Kljatov

Ainda não está convencido de que a mãe-natureza faria sucesso com suas esculturas em qualquer galeria de arte? Confira esta galeria fantástica de flocos de neve, dos mais diferentes tipos, clicados bem de perto pelo fotógrafo russo Andrew Osokin:

Ainda mais impressionante que observar fotografias em “macro” dos cristais de gelo e suas diferentes formas geométricas, é assistir ao seu processo de formação neste incrível time-lapse (vídeo de um longo período de tempo acelerado para o espectador) gravado com a ajuda de um microscópio pelo também russo Vyacheslav Ivanov:

Demais, não é mesmo?!

Quer brincar de neve mesmo no verão brasileiro?
Clique aqui para descobrir como fazer neve artificial!
E aqui para aprender a fazer cristais de neve de origami!

Deixe seu comentário